NOTÍCIAS » MONITORAMENTO: COMISSÃO SE REÚNE E SINDICATO ALERTA CFCS A AINDA NÃO FECHAR NENHUM CONTRATO

Na última quinta-feira (1º/03/18), a comissão de trabalho criada, com membros de CFCs de diferentes regiões do Estado, para discutir a implantação do processo de monitoramento dos exames práticos veiculares em Minas Gerais, se reuniu na sede do sindicato. Na ocasião, foi montada uma pauta com pontos para serem discutidos com o Detran-MG, entre eles cronograma, contratos que tem que ser firmados, direito de imagem, entre outros. À tarde, a comissão esteve com os representantes do Detran-MG para apresentar tais pontos.

O Detran-MG recebeu prontamente a pauta, aceitou alguns pontos e ficou de analisar os demais. Além disso, se comprometeu a se posicionar, discutir e ajustar a demanda contida na pauta. Esperamos que possamos, juntos, discutir esse assunto, afirma o presidente do Siprocfc-MG, Alessandro Dias.

Na sequência, foi publicada, no último sábado (03/03/18), uma Portaria que credencia duas empresas aptas para atuar no processo de monitoramento. Porém o Detran-MG confirmou que o objetivo da publicação da referida Portaria é apenas para que as empresas saibam que estão aptas, mas que, neste momento, ainda não será contado nenhum tipo de prazo para que o processo de monitoramento comece a valer. E que haverá discussão com a categoria antes da implantação do sistema.

O órgão de trânsito informou, ainda, que, nos próximos dias, pelo menos três empresas também passarão por testes práticos e, dando certo, também serão credenciadas. Dessa forma, o total seriam cinco empresas, conforme solicitação da comissão de trabalho, que espera poder contar com pelo menos cinco empresas, antes de começar a discussão do processo de implantação das câmeras de monitoramento.

Diante disso, o Siprocfc-MG solicita a todos os CFCs que não se precipitem em buscar nenhuma empresa de monitoramento neste momento, pois o Sindicato precisa analisar os contratos que serão firmados entre tais empresas e os CFCs, para que nenhuma cláusula seja unilateral e abusiva e para que todas as partes tenham a devida proteção, principalmente os CFCs. Também deverá ser analisada a questão do direito de imagem, que precisa de cláusula específica, para que proteja os CFCs em relação aos alunos.

Alguns CFCs podem achar que fazendo contato agora pode sair na frente e se beneficiar de alguma forma, mas o Sindicato afirma categoricamente que isso pode ser muito prejudicial a todo o processo. A sugestão, agora, é para que os CFCs aguarem novas instruções do Sindicato.

Para debater o assunto e para que toda a categoria participe das discussões, deverá acontecer, em breve, o 8º Encontro de Trabalho, para tratar especificamente da forma e condições da implantação do monitoramento de exames práticos veiculares.

Qualquer informação diferente das divulgadas nos canais de comunicação do Siprocfc-MG são falsas e devem ser descartadas.
Para qualquer dúvida, os CFCs devem entrar em contato com o Sindicato através do telefone (31) 2555-6161 ou email gerencia@siprocfcmg.org.br

NOTÍCIAS RELACIONADAS

MONITORAMENTO DO EXAME PRÁTICO VEICULAR: SINDICATO PROMOVE REUNIÃO COM CFCS PARA FORMAR COMISSÃO

07 mar 2018 - Comunicação - Siprocfc-MGVoltar